O BAZAR, OU MENOS É MAIS

Nossos últimos dias foram quase que integralmente dedicados às vendas: anúncios, negociações, visitas de amigos/compradores e a entrega de produtos. Sim, a casa está vazia. Muita coisa já habita novos quarto, sala e cozinha. Outras ainda estão aqui só esperando o momento certo pra partir. Se estamos triste? Nem um pouco, pois estamos mirando lá na frente. Mas se pararmos pra analisar friamente a sensação é esquisita. Aí desviamos o pensamento e tudo volta ao normal.

Mas por que ficaríamos tristes afinal? Com tantos amigos bacanas que vieram nos dar seu apoio, conhecer nosso projeto de imigração e gastar um troquinho aqui em casa, não temos do que reclamar. Minhas expectativas foram totalmente superadas. Obrigado à todos que nos ajudaram!

Ainda temos itens bem interessantes aqui à disposição: rack para sala, armários para quarto de solteiro e jogo de cozinha, entre outros. Ou seja, temos mais uns dias para nos dedicar e conseguirmos faturar mais algum dinheirinho que será très bienvenu para iniciarmos nossa vida na fria Montréal que nos aguarda.

O desapego é algo para se trabalhar diariamente. Mas pra gente não tem sido nada traumático. “São tantas emoções”, como diria o rei, que a gente sequer se importa ao ver o povo entrando e levando suas coisas embora. Pelo contrário, queremos mais é que levem tudo! Guardamos bem tudo aquilo que realmente nos importa pelo valor emocional e um dia esperamos tê-los em nossa companhia novamente.

Aproveitando, gostaríamos de desejar um Feliz Natal para todos os leitores! Joyeux Noël!

Anúncios
Esse post foi publicado em cotidiano, histórico. Bookmark o link permanente.

5 respostas para O BAZAR, OU MENOS É MAIS

  1. Camila disse:

    É… a data da partida se aproximando e acho que vai dando um certo friozinho na barriga mesmo, deve ser estranho ver a casa ficando vazia… mas acho que é quando começa a cair mesmo a ficha, de vez! Espero que consigam vender tudo o que pretendem e deixar a alma livre leve e solta para a partida!
    Feliz Natal pra vcs também!
    Abs
    Camila

  2. Helen Hartung disse:

    Amei o post! O desapego nos dá uma sensação maravilhosa de liberdade, não é mesmo? Vemos que o que realmente nos importa são as conquistas interiores, e essas vcs tem de montão! Um Natal de muita luz e paz pra vcs, e que o menino Jesus os guarde e os abençoe no seu amor infinito! Grande beijo e até breve em Montreal! Helen Hartung.

    • thiagoocampo disse:

      Helen, realmente o desapego nos dá essa sensação de liberdade latente. E isso é mto bom. Faz a gente pensar em mta coisa, entender coisas q normalmente acabamos sem perceber no dia-a-dia. Tem sido uma ótima experiência. Ótimo Natal pra vc e sua família tbm! Bjo

  3. natal de casa vazia? que estranho rsss mas os dias passam rápido e daqui a pouco vcs estarão lá sentindo frio rsss

    Ela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s